Você conhece a história das Três Peneiras?

Você conhece a história das Três Peneiras?

“Cuidado com fofocas, línguas felinas: A língua pode unir como pode separar, destruir!” José Carlos Cordeiro*

“Maria foi transferida de setor e, logo no primeiro dia, para “fazer média” com o chefe, saiu-se com esta: Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito da Helena. Disseram que ela… Nem chegou a terminar a frase, porque o chefe a interrompeu: Espere um pouco, Maria. O que você vai me contar passou pelo crivo das três peneiras? Que peneiras, chefe? A primeira é a verdade. Você tem certeza de que esse fato é absolutamente verdadeiro? Não, não tenho. O que sei foi o que me contaram, mas eu acho que… E novamente foi interrompida pelo chefe: Então a sua história já vazou pela primeira peneira. Vamos para a segunda, que é a da bondade. O que você vai me contar, gostaria que dissessem também a seu respeito? Claro que não. Deus me livre, chefe! Maria disse assustada. Então, continuou o chefe: A sua história também vazou pela segunda peneira. Vamos ver a terceira peneira, que é a da necessidade. Você acha mesmo necessário contar-me este fato ou passá-lo adiante? Não, chefe. Passando pelo crivo das três peneiras, vi que não sobrou nada do que eu iria contar. Pois é, Maria. Já pensou como as pessoas seriam felizes se todos usassem essas três peneiras? Da próxima vez que surgir um boato, submeta-o ao crivo das três peneiras, verdade, bondade e necessidade, antes de obedecer ao impulso de passá-lo adiante – disse o chefe”. (Anônimo).

Provérbio de Salomão, diz: Desvia de ti a falsidade da boca, e afasta de ti a perversidade dos lábios. Os teus olhos olhem direito e as tuas pálpebras, diretamente diante de ti. Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam retos. Não declines nem para direita nem para esquerda; retira o teu pé do mal.

Fazer fofocas é falar mal sem a presença do outro é “covardia”, inveja, é plantar desunião, falta de caráter e inteligência, é pertencer ao baixo grupo, ralé, escória. Não faça ao outro o que não gostaria que fizesse para você, deixe de falar mal das pessoas. Se não for para falar bem de uma pessoa, não fale mal. Este é um dos segredos para manter seu emprego, suas amizades, bom relacionamento em família, amigos, na empresa e sociedade. Use dos bons valores! Pense e verifique se convém falar mal dos outros, e verá que não é inteligente tal proceder. Qual tem sido seu procedimento? O que tem plantado em seu caminho? Aquilo que semear colhera, está pronto para colher o resultado do que está plantando? O que plantar hoje colherá amanhã, o resultado do seu hoje será o resultado do seu amanhã, e refletirá na familia. É a lei da natureza, da vida, e diz a Bíblia: Cuidado com suas palavras, com o que faz de sua vida, pois terá que dar conta dela.

Respeite a si próprio, respeitando o outro, e os outros o respeitarão. Entenda a si próprio, entenda o outro, e os outros o entenderão. Seja: Educado, gentil e prestativo. A pessoa mal educada, sem educação é grotesca, irracional, deselegante, desnaturada “desumano, cruel” é burrice. Procure sempre ajudar o outro. Em relações humanas, devemos praticar: 01 – As seis palavras mais importantes: Admito que o erro foi meu. 02- As cinco palavras mais importantes: Você fez um bom trabalho. 03- As quatro palavras mais importantes: Qual a sua opinião. 04- As três palavras mais importantes: Faça o favor. 05- As duas palavras mais importantes: Muito obrigado. 06- A palavra mais importante: Nós. 07- A palavra menos importante: Eu.Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s