A cantora Fernanda Brum fala do seu compromisso com a igreja perseguida: assista o vidéo / pr.samuel lemos.

A cantora Fernanda Brum fala do seu compromisso com a igreja perseguida: assista o vidéo  /  pr.samuel lemos.

Biografia

Nascida no Rio de Janeiro, Fernanda teve contato com a música na infância, quando acompanhava o pai nos ensaios do coral da igreja. Em 1993, lança seu primeiro LP com o qual começa a sua carreira no cenário gospel[1].
[editar]Carreira

Após o lançamento de seu LP no ano de 1992, Fernanda é contratada para abrir um show da cantora Shirley Carvalhaes com um público estimado em 150 mil pessoas. Esta participação rendeu um contrato com a MK Music. Em 1995, lança seu segundo álbum Meu Bem Maior que lhe deu notoriedade na música gospel brasileira[1]. Em 2002, a cantora lança o álbum Quebrantado Coração, considerado pela crítica como um dos melhores álbuns do ano e o álbum que solidificou a carreira da cantora. No repertório estão as canções Amo O Senhor, Espírito Santo, Você Merece, O Amor que Cura, além da faixa-título[2].
Em 2004, após ter ganhado mais de cinco discos de ouro, foi lançado o álbum Apenas um Toque, que foi gravado ao vivo na Igreja Batista Ebenézer. A produção musical ficou a cargo de Emerson Pinheiro, seu marido, assim como em todos os álbuns lançados pela cantora. A música Dá-me Filhos foi composta por Ludmila Ferber[3]. O álbum foi disco de platina triplo por mais de 500 mil cópias vendidas[4].

Cantora Gospel Fernanda Brum
Em 2006 a cantora lançou o álbum Profetizando às Nações que teve metade de sua renda doada a missão Portas Abertas, organização que ampara a igreja perseguida (cristãos que vivem em lugares em que são perseguidos por serem crentes)[4]. A partir de seu engajamento com a Igreja Perseguida, Fernanda se tornou embaixadora da causa.
Em 2008 foi lançado o álbum Cura-me. O álbum traz uma participação de Ana Paula Valadão do Diante do Trono na música Não é Tarde, além de tratar de temas polêmicos, como o aborto[5]. No mesmo ano se uniu com Eyshila num projeto que em 2008 se tornou CD, o CD Amigas. O álbum foi disco de ouro. Em 2009, gravaram o álbum Amigas 2 com participação da cantora Liz Lanne[6].
No dia 27 de junho de 2010, participou do quadro Encontro Musical do Domingão do Faustão na Rede Globo, ao lado de Aline Barros as duas foram aclamadas pelo apresentador como Rainhas da Musica Gospel Brasileira . Na ocasião cantou a música “Cura-me” e em seguida fez um dueto com Aline Barros em Tudo é Teu. [7]. Também foi lançado o álbum Glória, álbum em que se destaca a música Pavão Pavãozinho que fala sobre injustiça social[8] e foi responsável por uma de várias indicações ao Troféu Promessas[9].
A cantora também participou do Festival Promessas, evento que pretendia reunir mais de 200 mil pessoas no Aterro do Flamengo e foi exibido na Rede Globo. Além de Fernanda, participaram os cantores Davi Sacer, Eyshila, Fernandinho, Damares, Pregador Luo, Ludmila Ferber, Regis Danese e o grupo Diante do Trono[10] Fernanda ainda foi convidada a fazer um papel recorrente no filme Finding Josef, que será lançado no ano de 2013.
Em julho de 2012, Fernanda Brum anunciou o título de mais um trabalho, Liberta-me. O disco foi gravado em junho e o encarte da obra foi produzido pela Quartel Design.[11] [12] A obra recebeu composições de vários músicos e artistas, como Livingston Farias, Luiz Arcanjo, Arianne, entre outros. Liberta-me foi lançado em agosto de 2012.[13][14] E no Troféu Promessas 2012 a festa aconteceu no dia 05 de dezembro no Teatro Geo – São Paulo/SP, onde artistas, pastores e profissionais do meio gospel puderam presenciar a maior premição da música evangélica nacional.A cantora Fernanda Brum ganhou o prêmio de Melhor Cantora e ainda com o grupo Voices onde fazia parte, ganhou na categoria Melhor Clipe com a música “Aguenta Firme”, que conta uma história de superação junto com as cantoras Marina de Oliveira, Liz Lanne, Lilian Azevedo e Eyshila.
[editar]Vida pessoal Fernanda Brum é casada há 16 anos, com o cantor e produtor musical Emerson Pinheiro, ambos pastores da Igreja Batista Central da Barra da Tijuca. Juntos tiveram dois filhos: Isaac e Laura. Fernanda também sofreu quatro abortos espontâneos. O ocorrido poderia ter sido um grande motivo para a cantora desistir de ter filhos, mas, mesmo assim, isso não a fez abrir mão do seu sonho. Fernanda inclusive já compôs várias canções em relação a isso.

Pastores desde 2002, Fernanda Brum e Emerson Pinheiro foram consagrados na Igreja Batista Nova Ebenézer, e atualmente pastoreiam na Igreja Batista Central da Barra, dirigindo o culto chamado “Quarta Profética”, todas as quartas no Rio de Janeiro.[carece de fontes].
[editar]Extensão Vocal

Fernanda Brum é um Contralto; possue um B♭2 como nota mais grave na canção Pavão Pavãozinho do Glória (álbum). Sua nota mais aguda até hoje notada foi um E6 na canção Deus Mandou do Liberta-me (álbum) em Falsete Fernanda Brum possue uma extensão vocal de 3 oitavas, 3 notas e um semitom.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s