ISSO NOS FAZ PENSAR

A DIFERENÇA ENTRE O AMOR E A PAIXÃO

DSC3995

 

Amor – É algo que cresce e se desenvolve.
Paixão – É repentina, aparece num momento.
Amor – Baseia-se no compartilhar mútuo.

Paixão – Baseia-se na satisfação egoísta.
Amor – Concentra-se em uma pessoa como alvo.
Paixão – Tem dificuldade de amar uma só pessoa.

Amor – Caracteriza-se por segurança e confiança.
Paixão – Caracteriza-se por insegurança e ciúmes.

Amor – Compreende que o físico é uma parte do amor.
Paixão – Compreende que o físico é o centro e o mais importante.
Amor – Há respeito mútuo.
Paixão – Há exploração ou manipulação por parte de um.
AMOR – Seus ideais se baseiam na realidade de sua personalidade e possibilidades.

Paixão – Seus ideais se baseiam em fantasias.
AMOR – O amor os leva a crescer conhecer e ajustar-se.

Paixão – As emoções são inconstantes, sente amor e repudio uma vez ou outra.
AMOR – Ajunta-se e buscam o melhor para o outro.
Paixão – Há competição para ver quem tem a última palavra.

SUPERAÇÕES OU SUPURAÇÕES?

capa_tec-1389716978-685x320

Muitas vezes me pergunto qual é a vantagem de nadar mais rápido, se não é na água que eu vivo; e que vantagem existe em pular muito alto, se no ar não me sustento; e que vantagem se tem em voar, se, asas eu não possuo; e que vantagem há em mergulhar por esporte, se guelras não tenho.

Quem descendo uma escada, caiu e morreu, faleceu de um acidente, sendo que o mesmo se pode dizer de quem morre enquanto se move na dimensão natural do existir humano.

Mas aquele que morre por se servir de algo que não é o meio natural do ser humano se mover, deve saber de antemão que, em tal caso, nenhum incidente será um acidente, mais sim um auto-atentado.

A tentação do diabo sempre é fazer o homem ambicionar os pássaros, e não viver como homem; invejar os peixes, e não viver como homem; conhecer os mares, mas não conhecer os corações; entender os ventos, mas não compreender os tempos.

Sim! O diabo sempre dirá ao homem que pular do Pináculo do Templo é o que falta como afirmação para o ser humano.

A adesão aos desejos da Serpente do Éden gerou a pulsão quase permanente que nos chama para os abismos como prazer e glória.

Sim! Nossa ambição de afirmação e de significado de ser, é infinitamente maior do que qualquer amor que se tenha pela vida, sendo esta a razão pela qual se caminha em vereda de morte enquanto se afaga a própria morte como desejo, ou vicio, ou prazer ou conquista; ou todos eles feitos uma coisa só como pulsão da alma.

Acidentes que sejam normais como probabilidades naturais do existir de um ser humano são apenas aqueles que acontecem enquanto o homem anda no caminho natural dos humanos.

Durante esses trinta e cinco anos de viagens e viagens de avião, entrando e saindo entre 400 e 500 vezes por ano de aeroplanos, sempre disse a mim mesmo que não temia voar, e que, se algo me acontecesse, ninguém deveria se angustiar, pois, eu mesmo sempre soube que aquele não era o caminho natural dos humanos, mas apenas uma utilização missionária ou meramente utilitária que eu fazia daquele aparato.

Dia a dia fica mais distante dos humanos a possibilidade de um acidente acontecer como um incidente catastrófico apenas natural; posto que a intervenção dos humanos no meio-ambiente planetário tem feito com que a possibilidade de catástrofes naturais sem participação humana alguma, hoje sejam quase que totalmente aquelas que nos venham de fora de nossa atmosfera, pois, no ambiente atmosférico, os humanos praticamente alteraram tudo, já não podendo nem mesmo falar em catástrofe genuinamente natural que sobre o homem esteja advindo.

Ainda lembro do tempo em que um tufão, um furacão, um tornado, uma tromba d’àgua, um tsumani ou coisas do gênero, eram sempre acontecimentos naturais.

Mas hoje já não é assim…

Quando vejo tais fenômenos em processo, penso quase exclusivamente no que os humanos estão fazendo ao meio-ambiente.

Ora, digo isto não porque antes não houvesse catástrofes, mas apenas porque as de hoje, tanto nas causas gerais, como também pelo modo anômalo de sua manifestação [tanto na freqüência dos fenômenos como também em suas causas e efeitos], nitidamente são provocados pela intervenção humana.

Assim, tanto no micro-cosmos como também no macro-cosmos, o critério que prevalece é um só:

Quem com o ferro fere, com o ferro será ferido!

Pense nisto!

Caio

TE AMO MINHA FILHA.

A vida não é feita de sonhos. Nascemos para evoluirmos como pessoa, e aprender a ser feliz.
 
O melhor caminho, é buscar o melhor das pessoas que nos cercam. Errar todos erram, mas é principalmente nos erros, onde podemos tirar várias lições.
 
Nunca julgue uma pessoa pela aparência ou pelo que ela fez ou faz, pois sempre estamos mudando de opinião, do que é certo ou errado.
 
Você não precisa provar nada a ninguém, você é o que é… e pronto. seja baixa ou alta, gorda ou magra, pobre ou rica, fraca ou forte, nada d´aquilo que falam de você é importante ou verdadeiro, pois assim como você, as pessoas, também mudam constantemente seus conceitos.
 
Você é perante Deus, ÚNICA e está na humanidade por uma razão.
 
Ouça aqueles que fizeram e fazem de tudo para te ver feliz, essas pessoas querem seu bem, normalmente, elas são seus pais.
 
Mas se por alguma razão, você se vir sozinha, sem alguém em quem confiar?… Confie no amor de Deus, e esqueça o que a religião diz, Ele vai lhe mostrar o caminho a seguir, busque sempre fazer o bem sem esperar recompensa alguma. E vá a luta.
 
Segura com força todas as oportunidade que aparecer. E por mais difílcil que seja, nunca esqueça que o mais importante é estudar, estudar e estudar, pois o saber nos abre as portas para um horizonte melhor.
 
Quando se sentir sozinha, busque (O LIVRO), mergulhe na história que estiver lendo, ORE e confie em Deus. Acredite, você nunca estará sozinha, você conseguirá, eu acredito em você, e você acredita?…
 
Amo você.

CARTA ABERTA À IGREJA EVANGÉLICA BRASILEIRA

_Vocês projetaram o papel de “pai” em Deus, e por esse motivo imaginam um Deus que julga, recompensa ou pune, baseado em como Ele se sente em relação ao que fizeram, mas essa é uma visão simplista de Deus, baseada em sua mitologia e não tem nada a ver com quem Ele É.
_Tendo assim criado todo um sistema de pensamento sobre Deus baseado na experiência humana, em vez de nas verdades espirituais, vocês imaginam toda uma realidade a respeito do amor e uma realidade baseada no medo, na ideia de um Deus temível e vingativo.
_Seu Pensamento responsável está errado, mas negá-lo seria rejeitar toda a sua teologia. E apesar do fato de que a nova teologia que iria substituí-Ia seria realmente a salvação de vocês, vocês não podem aceita-la, porque a ideia de um Deus que não deve ser temido, não julga e não tem motivos para punir é maravilhosa demais para ser aceita dentro de suas crenças maiores do que O Que Deus É.
_Essa realidade do amor que evidencia o medo domina as suas experiências do amor; de fato, permite criá-la. Porque vocês não só se vêem recebendo um amor que é condicional, como também dando-o do mesmo modo. E mesmo quando recuam e impõem as suas condições, uma parte de vocês sabe que não é isso que o amor realmente é. Ainda assim, parecem incapazes de mudar o modo como o dispensam.
_Vocês aprenderam do modo mais difícil, e dizem a si mesmos que serão condenados ao sofrimento se forem vulneráveis de novo. Mas a verdade é que o serão se não forem vulneráveis.
_Devido aos seus próprios pensamentos (errôneos) a respeito do amor, vocês se
condenam a nunca experimentá-lo puramente. Por isso, também se condenam a não conhecer Deus como realmente Ele É, enquanto não amarem puramente.
_Todos os atos realizados pelos seres humanos se baseiam no amor ou no medo, não simplesmente os que dizem respeito aos relacionamentos. As decisões que afetam os negócios, a indústria, a política, a religião, a educação de seus jovens, os compromissos sociais de suas nações, os objetivos econômicos de sua sociedade, as escolhas que envolvem guerra, paz, ataque, defesa, agressão, submissão, as determinações de cobiçar algo ou dar aos outros, guardar ou partilhar, unir ou dividir – todas as escolhas feitas por livre vontade que já fizeram surgem de um dos dois únicos pensamentos possíveis que existem: de amor ou medo.
_O medo é a energia que restringe, paralisa, retrai, leva-os a fugir e esconder-se, e fere. O amor é a energia que expande, move, revela, leva-os a ficar e partilhar, e curar.
_O medo cobre os seus corpos de roupas, o amor lhes permite ficar nus. O medo os faz segurar tudo o que têm, o amor dá tudo aos outros. O medo sufoca, o amor mostra afeição.
_O medo oprime, o amor liberta. O medo irrita, o amor acalma. O medo critica, o amor regenera.
_Todos os pensamentos e atos e todas as palavras humanas se baseiam em uma dessas emoções. Vocês não têm escolha em relação a isso, porque nada mais há a escolher.
_Mas, têm livre-arbítrio para decidir qual dessas escolher. Vocês aprenderam a viver com medo, ouviram falar sobre a sobrevivência do mais hábil, a vitória do mais forte e o sucesso do mais esperto e por isso tentam ser os mais hábeis, os mais fortes e os mais espertos – de um modo ou outro – e caso se vejam como algo menos do que isso em qualquer situação, temerão a perda, porque lhes disseram que ser menos é ser perdedor. E então é claro que escolhem a ação que o medo justifica, porque foi isso que aprenderam. Contudo, DEUS nos ensina isso: quando escolherem a ação que o amor justifica, farão mais do que sobreviver, vencer e ser bem-sucedidos. Experimentarão a glória suprema de quem realmente são, e quem podem ser.
_Para isso, devem deixar de lado os ensinamentos de seus mestres mundanos bem intencionados, mas mal-informados, e ouvir os ensinamentos daqueles cuja sabedoria vem de outra fonte.
_Há muitos mestres assim entre vocês, como sempre houve. Deus não vos deixou sem pessoas que possam orientá-los, mostrar-lhes e ensinar-lhes essas verdades, e lembrá-los delas. Contudo, o maior lembrete não vem de fora, mas da voz dentro de vocês. Esse é o principal meio que Deus usa, porque é o mais acessível.
A voz interior é a mais alta com que Ele fala, porque é a mais perto de vocês. É a voz que lhes diz se tudo o mais é verdadeiro ou falso, certo ou errado, bom ou ruim, segundo as, suas definições. É o radar que determina o curso, governa’ o navio e indica o caminho, se vocês deixarem.
Pr.samuel lemos

NUNCA SUBESTIME NINGUÉM: Barack Hussein Obama II (Honolulu,) atual presidente dos ESTADOS UNIDOS. / Pr.samuel lemos

COMPAIXÃO…

COMPAIXÃO...

O pai e a mãe da pequena criança a beijam antes de se despedir. Ela não mais resistirá à doença. E por que os médicos estão todos se reclinando diante dela? Por que alguns minutos depois de sua morte, seus rins salvarão a vida de outras duas crianças que estão no mesmo hospital.

A solidariedade e a compaixão são dois dos mais belos sentimentos humanos, e que merecem nossa admiração e respeito sempre.

 

VEJA O VIDEO: Idosa de 79 anos faz de aeroportos sua casa para evangelizar / pr.samuel lemos.

 VEJA O VIDEO: Idosa de 79 anos faz de aeroportos sua casa para evangelizar  /  pr.samuel lemos.

A pernambucana Isaura Lopes tem 79 anos e a mais de 59 anos prega a Palavra de Deus em todo o país, 19 anos nos aeroportos. Isaura está no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, com a missão de divulgar a palavra de Cristo, como ela mesma explica. Com duas malas, três mudas de roupa, um par de sapatos e a Bíblia, a pernambucana faz suas jornadas pelos aeroportos de capitais brasileiras que duram 20 dias.
“Desde julho de 1953. São 59 anos viajando de Norte a Sul do país a serviço de Cristo. Dezenove anos para cá dentro dos aeroportos porque Cristo tem um plano especial para os ricos. Renunciei a tudo da terra, todo conforto por amor a Jesus e por quem ele deu sua vida”, diz a aposentada.

download (1)Ela está em Porto Alegre desde o dia 5 de outubro e passa o dia lendo a Bíblia orando por passageiros e evangelizando funcionários. Na próxima quinta-feira embarcará para Brasília, aeroporto que escolheu como base.

images (8)Isaura testemunha sua experiência com Deus. Surda, afirma já ter orado muito para que Deus a curasse, começou a perder a audição aos 38 anos. “Orava muito para não ficar surda. Um dia, ouvi de Deus: Isaura, os sons da terra são muito desafinados com os sons celestiais, melhor é não ouvir”, explica a senhorinha. Isaura já se julgou amaldiçoada. Não conquistava seus principais desejos enquanto jovem e se revoltava sem entender o porquê. Então ouviu de Deus que sua vida não era

images (7)terrena. Se tinha os pés no chão, sua alma estava no céu. Por isso voa, sem medo de altura. Isaura não tem família. Nasceu no sertão pernambucano onde completou o primeiro grau, noivou e preparou todo o enxoval. E onde abandonou tudo para seguir em uma eterna viagem pelo Brasil. Em nome de Deus, deixou o sonho de ser mãe. E não se arrepende. Sobre sua estada no aeroporto, a Infraero informou que não existe lei que proíba e que ela não perturba os passageiros, nem pede esmolas. A estatal vê Isaura como uma viajante comum, com bilhete de partida comprado.
A rotina
Banho – As poucas horas em que dorme só são merecidas após um demorado banho de pano e sabonete, que sempre acontece durante a madrugada para não incomodar ninguém. O cabelo, já curto para não atrapalhar, é lavado na pia com a ajuda de um copo plástico.

download (3)

Sono – Em Porto Alegre, fez de um dos assentos próximos à escada rolante, no terceiro piso, a sua cama. Ela posiciona a bolsa sobre um dos braços do banco, coloca a Bíblia em cima e apoia a cabeça. Para dormir, recolhe os pés desafiando o pequeno espaço disponível sobre o assento.
Alimentação – Não toma café da manhã, acostumou-se sem. Mas o que chama de carência alimentar bate por volta das 11h, quando se dirige a restaurantes onde consegue descontos e, por vezes, até comida de graça. À noite, é a vez de um pequeno lanche.